SE A VIDA NÃO É JUSTA PRA ELA, IMAGINE PRA MIM

por Kritz

Ok, deixa eu ver se entendi: as férias da Namorada acabaram. Agora ela terá aula às oito horas da madrugada das segundas-feiras e terá que acordar 5:30 A.M pra malhar e ficar gostosa pra mim (isso é justo).
Ou seja: domingo, nada de pagodes, forrós ou quaisquer eventos que passem das seis da tarde, nem cinema rola!
E eu pergunto: o que eu tenho a ver com isso? Onde há justiça nisso? E os compromissos sociais, onde ficam?
O pior é ficar sem sexo diário, já que se ela ficar eu também fico, ué! Afinal, sou um Namorado parceiro e fiel.
Onde tá escrito que Namorado deve ser punido com greve de sexo, só porque a Namorada tem de cumprir compromissos acadêmicos?
E eu pergunto de novo: o que eu tenho a ver com isso? E os compromissos sexuais onde ficam?
Agora só vejo Namorada, rapidamente, na hora do almoço (será que rola sexo dentro do carro no sol de meio-dia?), momento no qual comemos coisas verdes e coloridas que só cavalos e outros animais herbívoros comem. Isso porque ela encasquetou que comer mato emagrece! Se emagrecesse o boi não seria do tamanho que é, mas até aí, beleza, só quero saber o que eu tenho a ver com isso! E a minha sagrada picanha na chapa com muita gordura, onde fica nessa injustiça toda?
Onde tá escrito que Namorada tem que deixar de ver Namorado pra assistir aulas noturnas de um professor iraniano que fala persa (persa, meu Deus, PERSA!) e arrasta no inglês macarrônico?
Agora vou ter que voltar a assistir as novelas da Globo, e o pior é que perdi os episódios das duas últimas semanas!
A propósito: o que tá rolando em América, heim?

Por Namorado.

Anúncios