SAUDADES DA MINHA NAVE MÃE

por Kritz

Eu odeio toda essa minha capacidade de pensar coisas, refletir sobre coisas, imaginar coisas, enxergar coisas que ninguém vê, falar pelos cotovelos sobre coisas que ninguém entende, sentir coisas e não conseguir transformá-las em palavras, nem conseguir disfarçar que sinto coisas, nem conseguir mentir sobre o fato de eu pensar coisas…



Odeio também esse par de antenas extra-terrestres que escondo embaixo do cabelo.

Anúncios