RUMO AO HEXA

Com todo esse clima de Copa do Mundo, alguns problemas têm assolado a minha existência.
O primeiro deles é que no meu automóvel não tem onde pendurar bandeira do Brasil e com isso estou out das tendências do momento.
O segundo é que toda vez que vejo o Ronaldinho Gaúcho me lembro do dentista que disse que terei de usar aparelho ortodôntico. Meu Deus. Gorda como estou, ficarei parecendo aquelas armadilhas pega-urso-em-floresta: grande, pesada e com os dentes metálicos. Horrendo.
O terceiro é que em Brasília todos os botecos entraram no esquema jogos da copa+bebida liberada, o que me levou a crer que escolhi uma péssima hora pra converter meu fígado para funcionamento a base de água e só.
Mas como nem tudo é desgraça, nos dias de jogo eu só vou trabalhar de manhã e, isso sim, é um ótimo motivo pra eu torcer pro Brasil chegar na final.
E as eleições que se lasquem.

Anúncios