AS ÚLTIMAS

por Kritz

Agora até a empresa-mãe na qual eu trabalho sabe que eu estou formada e sacramentada, amém.
Todos os sistemas piscam felizes a informação “nível superior – concluído” e com isso eu poderia ganhar mais, mandar mais, enrolar mais, aparecer nas fotos do jornalzinho da empresa, ter puxa-sacos, um carimbo e uma mesa só pra mim e todas essas coisas que habitam nosso imaginário de um emprego padrão numa empresa qualquer.
Na prática eu continuo ganhando a mesma merreca, trabalhando do mesmo tanto, todo mundo ignora minha existência como sempre aconteceu e ainda me faltam 25 anos pra aposentar.
Mas absolutamente nada paga eu ver meu chefe todo cintilante combinando com os amigos de ir pra Parada Gay.
Nada paga.
Nada.
No mais, to pensando em trabalhar só 6h/dia, porque tenho alma de dondoca.
É verdade, dondocas não deveriam trabalhar, mas meus caprichos custam muito caro.
Por isso que eu digo que tenho só a alma de dondoca, o resto é de pobre bem pobre.
Trabalharei firmemente até o dia em que eu ganhar na Mega Sena.
Enquanto isso não acontece, vou tentando administrar a minha vida e todos os 752 sonhos que tenho, o que inclui me tornar Garota Fitness 2007.
Trabalhando 6h vou poder dar manutenção na marquinha do biquíni e malhar até caber numa calça da gang, fazer massagem estética, aplicar botox, correr no parque, ficar gostosa enfim.
Pousar pra playboy, rebolar no Gugu, dançar no Faustão e fazer participações toscas no Zorra Total, até ser convidada pra finais de semana na Ilha de Caras.
Autógrafos tratar aqui.
Obrigada.

Anúncios