Tá Pensando o Quê?

Mês: agosto, 2006

FORMADA EM TRUCO

Hoje eu fui buscar o meu diploma na Unb.
Uma vontade de morder, só pra ter certeza de que era de verdade.
E o meu histórico?
Um monte de MI, trancamento por depressão, trancamento por medo de reprovar, trancamento pra poder fazer o happy hour – entenda-se por happy hour tomar xiboquinha no posto da faculdade e concorrer a garota axé Unb dançando na caçamba de uma saveiro – em paz sem ter que controlar as faltas.
Além disso, no histórico tinha algo equivalente a sem rendimento, que é a nota que tatus como eu merecem por se matricular nas matérias de sexta-feira 20h50 e nunca sequer ter dado as caras.
Coisa linda de se ver.
Era feliz e se pudesse voltar no tempo faria tudo de novo não voltava nem a pau.
Já pensou se eu ainda estivesse na universidade? Taria perdendo aquela comédia nonsense bizarrice ridícula que é o programa eleitoral.
Sem chance.
Não tenho saudade nenhuma.
Faculdade agora, só a distância.

AMO MUITO NÃO AGUENTO TUDO ISSO

Fui numa boate na quinta.
Fui numa boate no sábado.
Dormi o domingo inteiro.
E terei ressaca pelo resto da vida.
Porque festas open bar com caipirinha de morango, caro leitor amigo, são coisas do demo.
Do capeta.
Do coisa ruim.
Oremos.

* toma remédio pra dor de cabeça *

E SEGUE O MAU HUMOR

Não.
Eu não tenho webcam ao vivo que comprove que nesta terra só chove.
Brasiliense é raça ruim, quando tá clima de deserto reclama, quando chove, reclama.
Eu adoro a seca.
O clima seco contribui para a possibilidade de durabilidade de escovabilidade da minha cabeleirabilidade.
Eu não reclamo da seca porque estou sempre ligadinha (¬¬) nos lançamentos da vizcaya de cremes hidratantes dos sabores mais inusitados, tipo morango com espumante, morango sem espumante, morango com chantilly, pêra, framboesa, melão, chocolate com menta e uva, o que deixa minha pele uma seda.
E me faz acordar com picadas de formigas, por motivos óbvios.
Nhame, nhame.
Namorado diria que é bom porque dá nome ao produto, no caso a minha dileta pessoa: é de comer.
Coitado, ele anda numa secura de dar dó, o que mostra que ele é um cara que ainda merece estar vivo: se não estivesse na secura estaria comendo alguém e como eu não estou dando nem bom dia pro meu pai…
Eu tenho estado de mau humor e com muita dor de cabeça e não rola de…. Enfim… Vocês entenderam.
Pois então.
A partir de agora, aqui em Brasília choverá atééé março do ano que vem e baladas ao ar livre e churrascos com belos dias de sol e piscinas azuizinhas nas casas dos amigos-filhos-de-deputados-ladrões-moradores-de-mansão, nem-pen-sar.
Odeio a chuva.
Meu Deus, com todo respeito aos retirantes nordestinos, eu odeio a chuva.

Sobe a música pra gente chata, my boy.

SÓ PRA CONTROLE

Tô num mau humor que Deus me te defenda, camarada.
É nessas horas que me lembro dos benefícios terapêuticos da maconha.
E daquela larica que me batia, me fazendo criar coragem pra assaltar supermercados.
Vida boa, aquela minha de universitária de escola federal.
*olhos brilhando*
Semana que vem eu começo a trabalhar meio período e poderei dormir até mais tarde, pegar uma cor, aprender ponto cruz, malhar sério, ler um livro por semana, baixar minhas músicas brasileiras da internet arrumar outro emprego e trabalhar 12h por dia sem tempo para nada porque, enfim, eu REALMENTE preciso de dinheiro.
E é isso.
*passa o chapéu*

SACRAMENTO DA CONFISSÃO – parte II

Quem se lembra que eu disse pra nunca depilarem a retaguarda?
Quem sabe qual o efeito do Xenical em pessoas que, como eu, comem como javalis?
Quem advinha qual parte do meu corpo está assada e portando, ardendo deveras?

*corre pro banheiro*

SACRAMENTO DA CONFISSÃO – parte I

Eu vou votar no Lula.

*toma 752 pedradas vindas de todas as direções*

O DIA DO SEMANCOL

Foi num belo dia de sol, naquele dia em que eu me engasguei, que Namorado olhou pra minhas gordurinhas laterais saltando da saia da gang e me alfinetou dizendo:

Minha ex Namorada era loira e gostosa, mostrava a barriga sarada orgulhosamente, pernas finas, alta e esguia, tipo modelo, saca?

[eu em pensamento]
Foda-se! Não te perguntei nada e quero que todas as loiras no mundo morram atropeladas por uma manada de elefantes.
Com todo respeito.
Aos elefantes.

[/eu em pensamento]

Depois, quando tecnicamente ele me pediu em casamento, ao me mandar um torpedo no celular que dizia:

Se você emagrecer alguns quilinhos a cama suportará seu peso e então poderemos nos casar. Aceita?

No fim de semana passado ele apareceu lá em casa com umas sacolas de compras: um pote de sorvete pra ele. Um pote de picles pra mim.

Li na Playboy da Mariana que picles não engorda.

Um dvd pra curtirmos numa tarde romântica de domingo: A Dieta do Palhaço.

E Mc Donalds meu Deus, isso é um veneno!

Hoje, 10 anos depois, eu tô voltando pra academia.

O BOM FILHO A CASA TORNA

Alguém me disse que hoje faz 29 anos que Elvis morreu voltou pro planeta dele.
Meu dia há de chegar.
*suspiros*

SÓ DEPENDE DE VOCÊ

Alguém me empresta R$ 2.017,00 pra cobrir o rombo na minha conta corrente e evitar a minha demissão por ter emitido cheque sem fundo?
*cara de cachorro pedinde*

PRA LER ENQUANTO FUMA UM BASEADO

Se você gostar de Fernando Pessoa e conseguir ignorar o fato de “desassossego” estar escrito como desassocego, vai pirar o cabeção ao clicar aqui.
É o livro, na íntegra.

De nada.

%d blogueiros gostam disto: