EU TENHO MEDO DE ASTROLOGIA ouSAI QUE EU SOU DE AQUÁRIO*

por Kritz

São pessoas que precisam:
Dormir bastante e de vez em quando exercitar-se fisicamente ao ar livre.
(eu sou um ser que dorme e precisa do sol para realização da fotossíntese)
Tempo para expressar suas idéias.
(e gente que entenda isso, se não fico deprimida.)
Equilíbrio entre a atividade social e a solidão.
(a solidão tem a sua beleza, já diria o poeta.)
Liberdade, muita liberdade, mesmo que seja para não fazer nada.
(muita liberdade demais mesmo, se é que você me entende.)

Na pior das hipóteses são:
Obstinadas, perversas, excêntricas, quixotescas, pouco confiáveis, imprevisíveis, rebeldes sem causa, revoltadas, utópicas, paradoxais, mentirosas.
(Nossa, que má que eu sou.)

Quando agem são:
de fortes princípios, humanistas, democráticas. Se mostram sutis e agem com tato, sem no entanto deixar de ser firmes naquilo que desejam realizar. Procuram ouvir bastante antes de agir. São pontuais e cumprem as promessas.
(Pontual é exagero, vai. Um pouco menos atrasada a cada dia, digamos assim.)

Gostam de:
engenhocas, novidades, livros, música, experiências novas, viajar, andar à esmo, partilhar seus interesses com outras pessoas, conversar. Apreciam a igualdade de direitos.
(Eu só gosto de engenhocas quando têm manual de instrução. E só ando a esmo quando não estou com preguiça ou seja: nunca.)

Socialmente são:
populares, cosmopolitas, se misturam facilmente com qualquer tipo de pessoas mas guardam sempre suas peculiaridades, dificilmente permitem a entrada de estranhos na vida íntima. São gentis e fiéis.
(resumindo: eu sou muito legal e as pessoas me adoram. Eu tô de parabéns.)

Na melhor das hipóteses são:
amigáveis, autênticas, disponíveis, justas, equânimes, racionais, tranqüilas, perceptivas, originais, sutis, espirituosas, de grande e rápida assimilação de tudo o que acontece, inovadoras.
(Nossa, que fofuda que eu sou.)

Detestam:
brigas, que invadam os limites da intimidade, corrupção, exploração, ambigüidade, pessoas afetadas, comportamento autoritário, sentir-se entre a espada e a parede, gritaria, pessoas inflexíveis ou extremamente conservadoras.
(Ai, como eu ODEIO gente inflexível! Como eu odeio gente fofocando da minha vida e falando de mim pelas costas! Como eu odeio gente tentando mandar em mim! Como eu odeio gente de cabeça fechada! Como eu odeio esse mundo! *corta os pulsos*)

No amor são:
procuram o encontro de idéias para sentir-se excitadas.
(aquela chatona fresca)
Tendem a ser leais quando amam, mas são capazes de protelar por muito tempo o casamento, porque preferem a liberdade.
(Tendem? Como assim, Bial?)
São pudicas, (ou não) mas esperam superar essa situação, que intimamente consideram um defeito.
Gostam de aventuras.
(Ou não.)

As mulheres:
parecem ter todas as qualidades que um homem desejaria, são encantadoras, intuitivas, inteligentes, sabem conversar de tudo um pouco, são originais, emocional e sexualmente generosas.
(O que viria a ser sexualmente generosa?)
Desejam a igualdade, porque não consideram que haja real diferença por causa do sexo, e esperam ser tratadas com todos os direitos que merecem.
Há versões deste signo que são muito sossegadas, e outras, completamente tresloucadas.
(Eu sou sossegadona. *gargalhada irônica ao fundo*)
Evitam o casamento, preferindo viver como boas companheiras.
(e ao fim da vida reclamar que ficou pra titia.)
São fiéis, mas se por acaso pintar alguma aventura que considerem desafio à altura delas, não hesitarão em lançar-se nessa direção.
(Tipo: prefiro não comentar.)

*Retirado daqui.

Anúncios