JUST TO SAY HELLO[arraso muito no inglês]

por Kritz

Votecontá que semana passada meu mundo caiu por instantes e eu realmente achei que ia voltar pra vida de solteira individualista, cruel, debochada, fria, tosca, periguete-axezeira-constantemente-bêbada, descrente de relacionamentos felizes e leais.
O que é a fertilidade da mente humana, não é mesmo, minha gente?
É uma longa história que não, eu não explicarei depois.

Aniversário de Namorado está chegando e eu, claro, estou cheia de planos ardilosos que estão sendo colocados em prática cuidadosamente, pra garantir que tudo saia bem lindo, cheiroso e crocante antes que eu quebre o pé pulando na cama elástica. De novo.
Fotos available soon.
Ou não.
Tem até um cronograma (o.O) dos projetos e prazos para entrega até a data do aniversário. Como eu sou chique e finjo que sou organizada. ¬¬

Em Brasília tem feito um calor do cão, trinta e dois graus, meu povo, é coisa pra se ver nos termômetros das cidades do nordeste nas matérias do jornal nacional e não aqui, me abafando no meu carro escuro num trânsito que só Deus pra dar jeito, fala sério.
Fritei.

Finalmente a minha promoção por merecimento com menção honrosa no trabalho saiu e eu, em vez de colocar as contas em dia, gastei por conta e resultado: continuo no vermelho.
Como eu sou inteligente, me amo.

Já comentei que eu tenho a manha de trabalhar com gente chata?
Minha cartomante certa vez me disse que eu seria sempre um agente de equilíbrio nas comunidades que eventualmente tivesse inserida, (o que, na minha parca interpretação, inclui meu trabalho) com grande habilidade para sugerir a reflexão aos meus companheiros, sendo uma pessoa de confiança para todos.

Equilíbrio?
Sim, sei.

Anúncios