NADA PESSOAL, COLEGAS!

por Kritz

Depois da visita do papa eu ando com medo das pragas da santidade: eu nunca mais faço aborto, me divorcio, nem tomo pílula.
Ah, sim, também nunca mais mato ninguém com injeções de veneno, por mais que a pessoa me implore enquanto tem os cabelos caídos no travesseiro, culpa da quimioterapia.
Eu não entendo como existe gente que não se converte a esse catolicismo tão cheio de compaixão pelas diferenças, tão democrático, tão cheio de amor pelas criaturas desesperadas, tão acolhedor com as almas perturbadas.
Ai, Jesus morre de orgulho disso tudo, tenho certeza.

Anúncios