COF, COF

por Kritz

[nota mental]
Eu ia deletar esse blog e ponto final, mas o anjo protetor do blogueiros me tocou (¬¬) e, taí: não tenho coragem.
[/nota mental]

Se você for pra Fortaleza qualquer dia da sua vida, certifique-se de ir quando não houver a menor – eu disse menor – possibilidade de chuva. No ultimo dia, indo pro aeroporto, choveu mais que em sonho de retirante da seca, o carro tomou aquela água suja, morreu e boiou.
Ficamos ali, à deriva, numa poça de água, o carro boiava pra láááá e pra cáááá.
Desmaiei de pânico e só acordei com um amigo de cueca na minha frente, na sala de embarque trocando de roupa, um espetáculo pra geral curtir.
Coisa fina – sem trocadilho.

No mais, o retorno pra Brasília foi uma bela merda.
Não quero mais trabalhar, estou vivendo uma crise existencial e quero ganhar na mega-sena agora.

Agora!

Anúncios