tem porco espirrando no méxico: saúde

por Kritz

Hoje a minha massagista tava me contando o babado da gripe suína. Porque minha massagista sabe de tudo que acontece no mundo, absolutamente tudo, mesmo quando ela não sabe pronunciar o nome dos países. Foi ela que me avisou que a Crysler tava quebrando. E foi ela que concluiu que não se tratava de informação relevante, já que nós (e aí ela me incluiu) nunca compraríamos aqueles carros cafonas da crysler.

Uma figura, minha massagista.

Daí que eu fiquei pensando que a gripe suína tem o lado bom: a carne de porco vai ficar uma pechinha, e eu troco qualquer porquinho por uma fazenda inteira de camarões. Ou plantação inteira de camarões. Ou uma moqueca inteira de camarões. Enfim.

Outra coisa: capaz de a passagem pro México ficar de graça. E pra parte caribenha do México, minha gente, eu volto muito. Eu volto demais. Mesmo que eu morra de gripe ao final. É quase que como morrer por uma causa.

 

Será que essa gripe chega em Miami?

Na Europa, heim? Diliça.

 

 

Anúncios