tv a cabo é uma bosta

por Kritz

Depois que a TV a cabo chegou lá em casa, eu nunca mais vi noticiário. Não sei de mais nada que acontece no mundo. Foi o twitter que me avisou da gripe suína. E desde então algo me diz que não vou ser feliz ali. Com a TV a cabo eu consigo alimentar meu mundo irreal: a pessoa mais babaca que eu conheço é o House, a mais tonta é a Phoebe e a mais nerd é a Lisa. E assim caminha a humanidade.
Um dia desses eu tava vendo na TV uma mulher que emagrece noivas à força: propõe uma dieta e vai acompanhando pra ver se não tem nenhuma gordinha querendo burlar as regras.
Acompanhando como?
Você pergunta.
Com amostra do cocô das concorrentes, me passa o sal?

Vocês entenderam? As concorrentes fazem cocô num potinho, que é avaliado na frente delas: cheiro, forma, quantidade.
Estranho, como só médicos e nutricionistas conseguem ser.
Agora, acompanha meu raciocínio: uma das concorrentes, com medo da carrasca, levou pra avaliação o cocô do noivo.
Do noivo, gente.
Ceder o cocô para o exame da noiva. Isso que é amor.

Anúncios