as tribos deste mundão

por Kritz

Grávidas pertencem a uma tribo universalmente auto-reconhecida, sabe como? Que nem os maconheiros, os motoqueiros, os marombeiros. Pertencem a um grupo próprio, com gírias particulares e bitolações típicas, se reconhecem de longe.
E assim como maconheiros, motoqueiros e marombeiros, muita gente parece estar grávida e não está.
Eu já sabia disso, claro. Mas é que a conexão com os outros seres humanos fica bem mais apurada, a gente entra numa onda zen de incluir geral, ter um milhão de amigos e então mais forte poder cantar, mudar o mundo, acabar com a poluição e com os produtos industrializados que contêm glutamato monossódico até o fim da gestação, essas coisas. E tem, claro, a concentração de sangue no baixo ventre, já mencionada e que tende a se concentrar, que deixa, sim, a gente mais lerdinha.
Hoje, na hora do almoço, eu no restaurante natureba, na fila pra pagar, pergunto pra moça ao lado de quantos meses ela está. Ela responde 1 ano e 9 meses. Eu fico bege, reclamo do calor e fim.
Porque ela já pariu a 1 ano e 9 meses e eu ainda chutei mentalmente que ela deveria estar de 6 meses. De gestação. Acompanharam?
Dicazinha do coração do dia: achou que alguém tá grávida? Elogie a bela forma da humana e fim. Sem detalhes. Sem conexão, sem reconhecimento de tribo. Pra evitar o mico, tá? Eu aviso porque sou legal. Eu sou lerda, mas sou muito gente boa.

Anúncios